Skip to content

Tudo sobre como ter Cactos em casa!





Se você não sabe como cuidar de plantas, está na hora de conhecer o cacto, assim poderá ter cantinho verde dentro de casa, sem gastar muito do seu tempo e das economias. Quer saber como ter Cactos em casa? Acompanhe esse conteúdo.

Ter alguns cactos em casa pode ser uma das melhores opções para quem quer ter plantas em casa, mas vive na correria e não consegue dedicar muito tempo a isso, pois eles não exigem tantos cuidados como a maioria das plantas decorativas.

Apesar da sua aparência rústica, é o tipo de planta que só traz boas energias para o ambiente, esta é uma planta originária do chamado novo continente, ou seja, as Américas e podem ser encontradas em vários formatos.

Mas engana-se quem pensa que os cactos com flores são resultados de enxertos, existem sim, muitas espécies de origem natural, que misturam os aspectos, a delicadeza das flores e agressividade dos espinhos, é preciso ter dedicação e calma.




Se você está lendo até agora é por que se interessou em saber mais, então confira todos os tópicos abaixo e conseguirá entender tudo sobre essa plantinha e assim criar um ambiente alegre e agradável dentro de casa em qualquer estação do ano.

quais os tipos de mini cactos

Quais são os Tipos de Mini Cactos?  

cacto Palma doce

Tudo que você precisa saber de Cacto Palma!

O que são Cactos?

cactos
Tudo sobre como ter Cactos em casa!

O cactus é uma suculenta, ou seja, da espécie de plantas constituídas de partes “carnudas”, ou seja, mais grossas, que servem para armazenar líquido, além de possuir uma espécie de reservatório de água em seu caule sendo esse de diâmetro maior.

Entre os botânicos, existe a máxima de que, “Nem toda suculenta é um cacto, mas todo cacto é uma suculenta”, e muitas pessoas se confundem quanto a isso, e as principais características dos cactos são:

  • Folhas, caule e espinhos:

Não é comum ver cactos com folhas, isso porque, essas caem na fase jovem da planta, e dá lugar aos espinhos, que atuam parcialmente na respiração da espécie, pois é no caule que se encontra os canais de respiração e isso normalmente acontece no período da noite.




Os espinhos são a marca registrada das plantas que faz parte do grupo das cactáceas, e o que ilustra bem a diferença entre as suculentas com espinhos e os cactos é um tipo de “anel” ou “auréola” de onde nascem os espinhos,

  • Raiz, flores e frutos:

As raízes dos cactos não são profundas e normalmente crescem espalhadas horizontalmente, ficando mais próximo à superfície do solo, o que facilita a absorção da água da chuva e a captação de nutrientes, que serão armazenados e utilizados quando necessário.

Isso por que são plantas que vivem em terrenos secos e com escassez de chuvas, e precisam “administrar” esses recursos captados, para conseguirem sobreviver durante os períodos mais secos.

É possível encontrar cactos floridos e até algumas espécies de onde brotam frutos comestíveis, e isso pode acontecer nos primeiros meses de vida da planta ou só depois de 80 anos, estima-se que eles podem viver mais de 250 anos.

Quais os principais tipos de Cactos?

Existe atualmente catalogados algo em torno de 200 tipos de cactos, ou gêneros como são classificados pelos estudiosos no assunto, e entre esses tipos já foram aceitas mais de 2200 espécies. Mas com certeza, algumas espécies simbolizam esse tipo de planta as mais conhecidas são:



  • Carnegiea gigantea ou Saguaro:

Mais conhecido por sempre aparecer em filmes do deserto americano e mexicano, quase sempre em formato de candelabro e que pode chegar a 15 metros de altura.

  • Mammilaria decipiens ou Almofada de alfinetes:

Catalogado como mini-cacto, com cerca de 10 cm e normalmente tem um formato arredondado.

  • Opuntia humifusa, Língua do diabo ou Palma no Brasil:

Seu tamanho é totalmente irregular, podendo atingir até 10 metros, o qual é considerado um dos cactos brasileiros que serve de alimento.

  • Echinopsis werdermannii ou Cacto-ouriço:

Este pode ser encontrado em vários formatos, sendo o mais comum, uma aglomeração de gomos espinhentos, normalmente são crescem mais do que 25 cm.

Entre os cactos brasileiros nativos, além da palma, o mais conhecido é o Cereus jamacaru, ou Mandacaru, nativo da caatinga brasileira, pode chegar a 10 metros de altura. Sendo que sua popularidade se dá pelo fruto de polpa branca e casca rósea. Muitas vezes confundida com a “Pitaia” que também é uma fruta de cacto, mas nativa do México.

Essas são apenas alguns tipos, e a variedade é muito grande, existem os cactos pequenos, médios, gigantes, com flores ou frutos ou não, e até mesmo algumas espécies que não tem espinhos, várias outras espécies podem ser conferidas pelo link: (https://pt.wikipedia.org/wiki/Cactaceae#G%C3%AAneros).

Qual o significado de um Cacto?

Entre os esotéricos, místicos e praticantes do Feng Shui, arte milenar sobre o equilíbrio energético e espiritual de ambientes e das próprias pessoas, os cactos e significados da sua utilização estão ligados quanto a purificação, fortuna e resiliência.

As simbologias mais significativas e relevantes são:

  • Força, resiliência, persistência:

Dá-se pelo fato de ser uma planta que sobrevive em ambientes áridos e na maioria às vezes sem proximidade com seres vivos ou outras plantas, que capta de todas as formas nutrientes para estar sempre forte.

Além de passar a mensagem de que às vezes estar afastado de tudo pode nos fazer focar em nos mesmos e em nossa sobrevivência diante de qualquer situação, sem contar que na cultura oriental, planta tida como “suculenta” denota fartura.

  • Fartura e fortuna:

Apesar de estar nesse ambiente seco e de pouca vegetação, é possível encontrar tipos de cactos que florescem e que dão frutos, ou seja, por mais difícil que seja a situação é possível ter bons resultados e trazer beleza para os momentos mais desafiadores.

  • Proteção e purificação:

De acordo com os espiritualistas, esse tipo de planta tem o poder de absorver e transmutar as energias ruins, além do que os espinhos denotam a proteção contra as energias negativas, afinal de contas são sempre usados em cercas de proteção e afins.

Portanto, apesar de ter uma aparência “rude”, qualquer tipo de cacto ambiental, dentro de casa ou do escritório, e sempre bom, além de alegrar e deixar o ambiente com mais vida.

O que significa dar um Cacto de presente?

Quem nunca ouviu o ditado, “Quem dá cactos, quer desacatos”, mas isso não é verdade, muito pelo contrário, como acabamos de mencionar os cactos e outras suculentas para decoração é sempre uma boa opção de presentar alguém.

É uma forma de expressar para quem está recebendo, que a vida tem seus encantos, e é tida como guardiã por culturas orientais e ocidentais, não é por acaso que quase todas as residências mexicanas existem um jardim com cactos na porta de entrada.

Quais as qualidades de Cactos?

Em termos de tipos e espécies já citamos algumas, mas de uma forma generalizada podemos mencionar 3 qualidades desse tipo de planta:

  • Cactos decoração:

Normalmente são do tipo pequeno e mini, cultivados em pequenos vasos e podem ser colocados em qualquer lugar da casa, de preferência em ambientes mais secos.

  • Cactos ambientais:

Aqueles encontrados em lugares áridos e que normalmente não foram plantados por ninguém, ou seja, vegetação natural.

  • Cactos floridos:

Estes já deve fazer parte de uma decoração de área externa, afinal de contas, para que as flores desabrochem é necessário que fiquem durante algum tempo no sol.

Quais os Cactos que dão flores?

Entre as mais de 2200 espécies dessa planta aqueles que florescem são os que mais chamam a atenção, algumas só florescem uma vez em toda vida da planta, outras são periódicas, dentro da botânica existem dois tipos, que são:

Cactos floridos com espinhos:

  • Opuntia Violácea;
  • Rebutia;
  • Mammillaria;

Cactos floridos sem espinhos:

  • Hatiora salicornioides ou Rhipsalis de flor amarela;
  • Chlumbergera truncata ou Flor de Maio;
  • Epiphyllum Ackermannii ou Cacto Orquídea;

Mas é preciso tem muito cuidado, pois infelizmente alguns comerciantes implantam flores artificialmente em alguns tipos de cactos, para ludibriar o consumir, portanto preste atenção em alguns detalhes como:

  • No corpo do cacto, caso as bordas do caule da flor esteja necrosado, pode ser um indício de que não seja verdadeiro.
  • As pétalas das flores de cactos são delicadas e quase transparentes.

Um cacto pode levar anos para florir e depois de aberta, as flores de cactos só vivem por alguns dias, então observe sua planta, para não perder esse espetáculo da natureza.

Para que serve um cacto?

Como já mencionamos uma ou outra espécie de cactus é comestível, mas é preciso tomar cuidado e conhecer muito bem das espécies, outros possíveis benefícios são:

  • Melhora o sistema imunológico, nervoso, digestivo e até respiratório.
  • Ajudam em tratamentos de hidratação da pele e cabelo.

Um vaso de cactos é bom ter como decoração de interiores ou jardins, sendo que dentro de casa ajuda a limpar as impuseras do ar.

É bom ter Cactos no quarto?

Sim, como acabamos de falar, os cactos, ajudam a na purificação do ambiente, e por ser o tipo de planta que não exige muitos cuidados, facilita e muito tê-los no quarto.

Quais os principais cuidados de um Cacto?

Para quem não tem muito tempo para cuidar de plantas os cactos são perfeitos, e os principais cuidados são:

  • Por ser uma planta de raiz rasa é preciso ter cuidado ao movimentar o vaso.
  • Ele deve ficar em um lugar seco e mais quente.
  • Evite lugar com umidade, como banheiro.
  • Não é necessário fazer podas, apenas tirar espinhos velhos, quando houver.

É realmente muito fácil ter um mini cactos com flores, por exemplo, no escritório, basta ter uma rotina de mantê-lo perto da janela e colocar água a cada 10 dias.

Como manter um Cacto saudável e vivo?

Muitos botânicos aconselhar trocar a terra em que os cactos de vaso estão ao menos 1 vez no ano, é uma forma de renovar a fonte de nutrientes para a planta, ou usar adubos próprios para a espécie que tem.

Dentro desse conteúdo há muitas dúvidas, mas a maior é: Os Cactos precisam ser regados? Vamos responder no próximo tópico.

Os Cactos precisam ser regados?

Os cactos são plantas que estão acostumadas com clima seco e de poucas chuvas, portanto não se deve regar muitas vezes o ideal é:

  • Regar apenas 1 vez por semana nas épocas mais quentes.
  • No inverno só coloque água 1 ou 2 vezes no mês.

Cactos e suculentas são plantas que podem morrer se receberem muita água, uma dica é colocar o dedo na terra, e quando não sentir a terra bem sequinha, o melhor é não colocar água.

árvores cactos

Os Cactos devem ficar no sol?

Sim, principalmente para os tipos de cactos que podem florir muitas vezes apenas estar em um ambiente seco e quente não é o bastante, por isso tente expor sua plantinha diariamente os raios solares.

Outra boa ideia é deixar que ficasse 1 ou 2 dias expostos ao sol, a cada 15 dias, dependendo da época do ano, essa é uma maneira de revitalizar a planta, mas lembre-se ele deve ficar em algum lugar que receba luz solar e correntes de ar diariamente.

Qual o preço médio dos Cactos?

Isso pode variar muito, é possível encontrar uma muda de um cacto pequeno por R$ 15,00 a R$ 20,00, mas ao mesmo tempo existem espécies de cactos raros que podem custar até R$ 150,00.

Confira no vídeo abaixo dicas importantes de como é plantar e montar seu próprio cantinho verde dentro de casa:

Viu como é simples ter seu pequeno jardim de cactos dentro de seu apartamento? Então continue lendo os outros artigos que estão em nosso blog, “Como Plantar.”